Ação de formação LER a contar(-ME), por Bru Junça

Destinado a educadores de infância, professores, bibliotecários, mediadores de leitura e edificadores da palavra.
Inscrição obrigatória


Explicação/ Metodologia da Sessão
Quais são os alicerces que me sustentam como mediadora de leitura?
Onde é que, em mim, moram os LIVROS? O Conto? Os Cantos?
A LEITURA é um caminho por mim? É um caminho para o outro? Ou é uma estrada que se constrói em conjunto?
Que histórias me cabem no corpo e na voz? Que livros/contos são indissociáveis do meu “eu”?
Uma sessão onde proponho que, através do meu percurso literário, como educadora, mediadora de leitura, interveniente social, mulher e todas as linguagens que cabem dentro de um ser humano, o “outro” faça dentro de si próprio uma reflexão para ENCONTRAR a PALAVRA. A sua Palavra.
Tudo o que partilho e a forma como partilho está ligada à MEMÓRIA de tudo aquilo que vivi, de como fui lendo o mundo e me fui escrevendo nele.
Qual o por quê de contar histórias? Quais são os livros? Quais são os contos? Como mediá-los? Em que lugar (me) fazem sentido?
Todas estas perguntas estão trançadas num fio contínuo, no qual, por vezes, encontrei nós de AFECTO que me entrelaçaram e alguns nós que tive que desatar e vou desatando. Por vezes, um novelo emaranhado até encontrar o fio à meada. Uma linha sempre a fiar. Um tecido que se tece, no TEMPO e com o TEMPO.


Objectivos/ Propostas de caminho a percorrer
Procurar o(s) lugar(es), em nós, a partir dos quais contamos/ lemos.
Reflectir sobre o papel do Mediador de Leitura. Quem é? Em que contexto? Quem nomeia um Mediador de Leitura?
Através da (minha) selecção e tipologia de livro/álbum ilustrado criar pontes que permitam direcionar percursos para a mediação leitora.
A importância de “Poesiar” a leitura, o encontro e a partilha.
Encontrar pontes, espelhos, fios, livros, pedras que ajudem a construir um CAMINHO DE LEITURA, o seu. Único. Verdadeiro. Pessoal e Inimitável.


Bru Junça

Biografia Académica/ Formativa

Bru Junça nasceu em Évora onde se licenciou em Educação de Infância pela Universidade de Évora. Na escola, onde leccionou, como educadora, directora pedagógica e responsável pela biblioteca escolar levou a cabo diversos projectos de promoção da leitura. Concebeu um projecto educativo pioneiro que visava a educação pela leitura – Crescer a Ler. Em 2010 ingressou na Universidade Católica de Lisboa na Pós-Graduação em Livro Infantil e a partir de 2012 dedica-se exclusivamente à mediação leitora, trabalhando em vários locais de Portugal e tendo algumas incursões pelo estrangeiro. Em Évora, mantem um trabalho de continuidade com um grupo de crianças com necessidades educativas especiais e dois grupos de bebés numa faixa etária compreendida entre 0-3 anos de idade. Desenvolve sessões de formação para professores, mediadores de leitura, bibliotecários e acções de sensibilização para pais/famílias. Em paralelo criou a marca Conto por Ponto, livros de pano baseados no cancioneiro tradicional português.


Biografia Poética

"Foi em Évora que acordei para VIR AO MUNDO.
Terra onde finquei raízes de afectos, Flori sonhos e Colhi o fruto, ora amargo ora doce, do tamanho das vontades que ousei plantar.
É BARALHANDO HISTÓRIAS, voltando a ouvir e a contar que(me) vou contando.
Gosto de contar o tempo, de percebê-lo.
Talvez, por isso, goste de o conjugar verbalmente no gerúndio, dando-lhe uma Ideia de infinitude, ainda que ilusória.
Na minha bagagem carrego livros, muitos livros, guardo canto que me é chão e até um FAROL SÓ MEU para não esquecer o norte do caminho.
Carrego medos grandes e pequenos e um grande espaço VAZIO.
FEITO À MÃO levo os livros de pano que nascem das minhas
memórias e de inúmeros retalhos de pano.
COM O TEMPO descobri que PARA SEMPRE é muito tempo e que, mais cedo ou mais tarde, o TRANGLOMANGLO virá bater-me à porta.
Depois apenas ficarei, para sempre, no MUSEU DO TEMPO daqueles que me quiserem guardar na sua memória.
EU ESPERO… enquanto vou contando."

 



Data
2017-10-13 10:00
Local
Biblioteca Municipal António Botto - Antigo Convento de São Domingos ou Biblioteca Municipal António Botto
Abrantes, Portugal
 
 

Powered by iCagenda

Neste sítio são utilizados cookies de forma a melhorar o desenpenho e a experiência do utilizador. Ao navegar no nosso sítio estará a concordar com a sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa politica de privacidade.